21.10.14

Workshop de Fotografia de Viagem | Viajar no quintal


"Quintal". É uma expressão que gosto cada vez mais. Tem tanto de mundano como de universal. É o local onde nos encontramos com o nosso quotidiano, de onde provém o nosso sustento principal, onde nos sentimos seguros. Por ter tanto de familiar, por vezes acabamos por o descurar, por não lhe dar o verdadeiro valor, por não lhe investigar os detalhes, as nuances, a magia que, ao estar debaixo dos nossos olhos, se torna inexplicavelmente invisível. Talvez por isso a National Geographic tenha uma longa tradição em publicar reportagens sobre vida quotidiana fotografadas por estrangeiros. Tomasz Tomaszewski, fotógrafo polaco, entrou no reino da "moldura amarela" com um artigo sobre uma road trip ao longo dos Estados Unidos.


Numa outra dimensão, naturalmente, é algo nesta linha que procuro concretizar no Workshop de Fotografia de Viagem, que já vai na sua segunda edição. Rever a nossa cidade, percorrê-la a pé de máquina em punho, sob um outro olhar, cruzando-nos com as gentes locais e transeuntes anónimos que, inadvertidamente, se tornam personagens principais neste pequeno episódio da jornada fotográfica de cada um dos participantes. Num fim de semana intenso abordamos a componente teórica da viagem, com considerações sobre como preparar uma viagem fotográfica, o que levar em termos de equipamento, que material melhor se adapta a cada tipo de viagem/fotografia e, mais importante, se adapta a nós, enquanto viajantes e enquanto fotógrafos. Não poderia deixar de estar presente a eterna questão, prática e ética, da fotografia de retrato: pedir ou não autorização, como abordar pessoas em diferentes culturas e regiões do globo e como aprender a sentir o pulso às situações, nem sempre muito controladas, que acabamos por experienciar nas nossas viagens. No Domingo, depois de uma manhã bem passada pelas ruas apertadas em cada uma das cidades, regressaremos à base, para a selecção e montagem do trabalho conjunto final, um slideshow com trabalhos de todos os participantes. Abaixo deixo o link dos três workshops já realizados até ao momento (dois em Lisboa e um no Porto):




Ainda este ano terão lugar mais dois eventos semelhantes, em outras tantas cidades: Porto, a 15 e 16 de Novembro, e Coimbra, pela primeira vez, a 6 e 7 de Dezembro, em espaços escolhidos a dedo, que nos remetem eles próprios para o imaginário da viagem. Na Invicta, uma casa de chá, com um delicioso jardim interior, onde almoçaremos à sombra de velhas árvores, ao som de inspiradora música asiática. É na Rota do Chá. Na cidade dos estudantes, o cenário é outro. Teremos como casa nada mais nada menos que uma capela do séc. XVII, transformada em casa de fado! A equipa do ÀCapella, velhos amigos de trilhos musicais dos tempos universitários, acolhe-nos para um fim de semana diferente.

Para os eventuais interessados, os contactos para informações e inscrições são: info@antonioluiscampos.com | 968 688 246


Sem comentários:

Enviar um comentário